Clareamento

Clareamento Dental a Laser

Introdução:
O clareamento dental a laser é uma forma moderna de clarear os dentes sendo mais rápida que o clareamento caseiro e mais confortável, pois é feito só no consultório.

Descrição:
Em todo novo procedimento os dentistas têm preocupações em relação ao conforto e segurança dos pacientes, além do desejo de poder proporcionar os melhores resultados. O clareamento dental com laser é um método avançado que melhora o conforto, a segurança e diminui o tempo de contato do gel de clareamento com o dente, respeitando os tecidos gengivais e não prejudicando o esmalte dental.
Na técnica caseira precisávamos de no mínimo 15 dias de uso de moldeira com o gel; na técnica com laser e LEDs em 1 ou 2 sessões, de uma hora e meia cada uma, conseguimos o mesmo resultado. Se
houver sensibilidade esta será mais amena e facilmente controlada no mesmo dia pelo dentista.
É lógico que neste processo o cirurgião dentista deve fazer um bom diagnóstico para saber as causas da alteração de cor do dente e poder esclarecer ao paciente qual a previsão do seu clareamento
individualmente.
É importante salientar que cada caso é um caso assim em cada paciente o resultado pode ser diferente de um outro de acordo com a estrutura dental.
A ação do material de clareamento é na dentina (parte interna do dente logo abaixo do esmalte dental).Assim o material passa pelas porosidades do esmalte até chegar à mancha escura dentro da dentina, diminuindo a intensidade da cor.
As limitações do clareamento dental não estão apenas relacionadas às técnicas escolhidas, mas principalmente ao conhecimento dos limites de cada dente: por exemplo, as faixas de tetraciclina são mais

difíceis de clarear, resinas, próteses e porcelanas não clareiam. Se o paciente tiver restaurações nos dentes anteriores ou próteses as mesmas deverão ser trocadas após o tratamento. Os dentes que são escurecidos devido a tratamentos de canal mal sucedido, precisam de uma técnica de clareamento interno associado ao clareamento dos outros dentes. O paciente deve ainda ser informado sobre os procedimentos a serem adotados durante o clareamento através de um termo de esclarecimento consentido que deve conter explicações sobre a técnica, o produto utilizado, os benefícios e limitações do
procedimento.
O tempo médio de duração do clareamento varia 1 a 2 anos de acordo com os hábitos alimentares de cada pessoa como cigarro, café, chás, etc. A indicação de um novo clareamento laser e LEDs pode ser feito
após 1 ano em média. O clareamento é uma técnica segura desde que seja feita por um profissional ( dentista). Por isso se um paciente quiser clarear os seus dentes ele deverá procurar o seu dentista, visto que o produto pode manchar os dentes ou causar sensibilidade se tiver dentina exposta.

O laser no clareamento dental pode ser utilizado de duas formas:
Para ativar o gel de clareamento (Laser de Argônio, Laser de Diodo Cirúrgico)
Para diminuir a sensibilidade dental inerente à todas as técnicas de clareamento, neste caso um laser de Diodo Terapêutico em baixa potência (<70mW) previne a sensibilidade enquanto um sistema de diodos LEDs azuis realiza o clareamento. Esta conjugação permite um resultado eficiente com menos sensibilidade para o paciente.

Principais indicações do clareamento a laser:
Pacientes fumantes
Pacientes com dentina exposta (dentes com sensibilidade), pois a técnica permite a proteção das áreas com dentina exposta.

Pacientes com os dentes manchados devido ao uso de antibiótico quando criança (com o laser conseguimos resultados melhores em relação ao método de clareamento caseiro pois conseguimos dirigir o clareamento só na região das faixas escuras do dentes)

Durante 24 horas após o clareamento o paciente deve:
Evitar alimentos e bebidas com corantes (coloridos). Ex. Chá, café, chocolate, molhos
Evitar dieta ácida. Ex. Sucos, refrigerantes, etc.
Evitar fumar

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário